terça-feira, 21 de outubro de 2014

Conta-me histórias (daquilo que eu não vi) *

Já não contamos contos nem histórias às crianças? Porquê? O projeto "Palavras Andarilhas" desmente tudo isto. Leiam e digam-me o que vos parece. Já agora, se há alguém por aí que participou no evento que nos conte como foi (pode ser Carmen?).

* verso da canção "Conta-me histórias", dos Xutos e Pontapés

4 comentários:

Encarna Sevillano disse...

Encarna S.N.
Há quem diga a importância que esses contos têm no desenvolvimento da personalidade das crianças. Eu concordo. O mundo da imaginação infantil é uma caixinha de surpresas maravilhosa!

Para as crianças , as brincadeiras fantasiosas, sempre vão contribuir para o seu desenvolvimento , ensinando-lhes que estejam sempre preparadas para enfrentar grandes dificuldades.

Ana B.Molero. 2ºNA disse...

Bom dia,

Eu concordo com a minha colega Encarna. Mas, gostaria de dar a minha visão desde a minha profissão: a educação das criancinhas. Como sabem, os contos são a melhor manera de formar a imaginação destas cabeças que pedem e pedem mais. Pela minha experiência, não podem nem imaginar aqueles olhos abertos, aquele desejo de saber o que é que vai acontecer na história, aquelas dúvidas que surgem ao longo da história que adultos nem as pensariam.

Segundos as investigações, na barriga da mãe as crianças ouvem e isso é fantástico, não é? ^.^

Penso que os contos são mesmo JANELAS para o mundo. Eu nunca fui a esta ‘cidade dos contos’ mas, com certeza, estaria cheia de meninos com os pais, avós...

Eu aconselho contar contos aos vossos filhos, sobrinhos, primos, netos... É simplesmente fantástico, vão
desfrutar mais do que eles :)

Obrigada.

Elvira Coronado Corbacho disse...

Acho que a vida mudou e as crianças estão muito atarefadas com as novas tecnologias, mas se os adultos conseguirem cativar as crianças com uma história o encantamento é mútuo, além disso o alinhamento é perfeito se a música estiver presente.

Projetos como estes são imprescindiveis para fazer das histórias uma realidade.

Susana disse...

Obrigada meninas, por estes comentários e pela participação em geral.

Ana, se calhar participar neste projeto no próximo ano não seria nada uma má ideia para si.

E estou de acordo convosco, as histórias que contamos e nos contam são maravilhosas para fomentar a nossa imaginação tão cortada e escondida pelas notícias e a rotina do dia a dia. Sonhar também é uma aprendizagem, não vos parece?