sexta-feira, 27 de janeiro de 2017

Magreza não é beleza, gordura não é formosura

Este artigo "Magreza não é beleza, gordura não é formosura" pareceu-me muito interessante mesmo que ontem tenhamos acabado a unidade da imagem. 


O que vos parece? Magreza, Gordura ou nenhuma das duas?

3 comentários:

Manuel Oncins disse...

É líquido que sempre se tem dito que a virtude é no meio termo.Mas quando estamos a falar de termos o peso certo,isso é quase utopia.Aliás, termos o peso certo não garante que todas as partes do corpo estejam "arrumadinhas" no lugar exato para nos dar um corpo de manequim. Como no artigo é visada a Sara Sampaio,exprimirei a minha opinião a falar dela.Julgo que os portugueses deveriam orgulhar-se de ter uma modelo como a Sara,nem todos os países podem gabar-se de ter uma conterrânea que seja um anjo da Victoria´s Secret que está sempre a arvorar a bandeira da sua portugalidade.Agora bem, muito embora eu goste imenso dos olhos de tigresa que ela luze e sempre desde a minha opinião, se a rapariga tivesse algum quilo a mais, eu não me importava.Claro que se assim fosse, com toda a segurança ela não seria o anjo que hoje é.Bom fim de semana a todos e sejam felizes dentro dos seus próprios corpos. Ah, e não hesitem em dar-se algum capricho gastronómico, não se poupem disso.

Ana B.Molero. disse...

Boa tarde,

Segundo o meu ponto de vista, a beleza é uma imagem que temos mas (infelizmente) as vezes não é a nossa propria, sobre o nosso próprio corpo, é a que vemos nos outros corpos. Eu acho que temos de ser felizes (devia ser uma obrigação) com nós proprios, é verdade que o nosso corpo não é a nossa escolha, mas também não podemos trocá-lo por outro. Então não vale a pena passar a vida toda a sofrer por algo que vai ser assim sim ou sim.<

Também temos de ter em conta que se a nossa saúde não é boa, nesse caso sim, temos de mudar os nossos hábitos alimentares ou o que seja possível para melhorar.

Concordo com o Manuel, "sejam felizes dentro dos seus próprios corpos" é isso mesmo.

Desfrutem das coisas boas da vida (como o chocolate por exemplo jeje)

Susana Abrantes Pereira disse...

;)

Sejam felizes com o que têm. É muito fácil dizer, não é? No entanto, acho que a nossa sociedade ainda nos pressiona e condiciona demasiado, ainda não somos capazes de não nos ver com a lupa de aumento que pomos nos olhos dos outros.