domingo, 26 de março de 2017

Expressão Idiomática 41. Diego.


5 comentários:

Diego disse...

O fogo e a lareira são secundários. Reparem no que está a acontecer.

Susana Abrantes Pereira disse...

Diego, não faço a menor ideia, como não seja "cair da cadeira" como o Salazar.

Manuel Oncins disse...

Diego; faz favor de resolveres isto. Estou com os nervos em franja.

Diego disse...

"CAIR DA TRIPEÇA" ou "ESTAR A CAIR DA TRIPEÇA".

A tripeça é um banco de três pés. Era común os idosos adormecerem e caírem quando se aqueciam nestes bancos, junto das lareiras.
Como o antigo banco, também os velhotes estavam em equilíbrio instável e, por isso, esta frase passou a estar-lhes associada.
O seu significado, neste sentido, é ter idade avançada e indícios de senilidade.

Parece que, também, pode ser aplicada (a expressão) a objetos: ser muito vejo, estar avariado, ser inseguro, funcionar mal, e por aí fora...

Bom fim de semana!!

Espero que tenham gostado da expressão!!

Muito afetuosamente!!
o Diego

Manuel Oncins disse...

Ainda bem que já resolveste isto, estava aflito e sem viver em mim. Gostei da expressão, será porque estou cerca de atingir esse patamar? Não, não, "velhos são os trapos". Agora posso desfrutar em pleno do fim de semana.Bom descanso para todos e já sabem, sejam felizes.

Obrigadíssimo Diego, cumprimentos.

P.E.- A partir de agora, nas despedidas, vou começar a utilizar a fórmula do Fernando Mendes quando "O preço certo " finda: beijos...e abraços.